O hiper-realismo de Ron Mueck

Exposição realizada em Christchurch, na Nova Zelândia, traz 13 esculturas de artista australiano

Por Lucie Ferreira

Um bebê recém-nascido gigante é alvo de surpresa e admiração. Mais adiante, um jovem de 65 cm examina um ferimento no abdome e atrai olhares curiosos como se fosse uma criatura lilliputiana. As descrições anteriores não se referem a uma obra de ficção: as esculturas de Ron Mueck são reais e impressionam pelos detalhes. Do fio de cabelo à unha do pé, nada escapa ao artista.

Entre os dias 02 de outubro e 23 de janeiro , a galeria de arte Te Puna O Waiwhetu, na cidade neozelandesa de Christchurch, expõe 13 obras realistas do artista australiano radicado no Reino Unido. Ron Mueck, que começou a carreira na TV australiana e produziu alguns dos modelos utilizados no filme Labirinto (1986), clássico infanto-juvenil protagonizado por David Bowie e Jennifer Connely.  Onze anos depois, a escultura Dead Dad (Pai Morto) seria selecionada para a exibição Sensation, na famosa Royal Academy of Arts, em Londres. A partir de então, a carreira de Mueck como escultor hiper-realista só ascendeu.

A exposição organizada em Christchurch traz algumas das obras exibidas este ano pela Galeria Nacional de Victoria, em Melbourne (Austrália). Utilizando como matérias-primas fibra de vidro, silicone e resina, o artista molda esculturas em miniatura e em escala ampliada; nuas e vestidas. Com exceção da obra Still Life, que consiste em um frango em tamanho humano dependurado pelos pés, todas as figuras exibidas em Christchurch são humanas. Mueck realiza o trabalho de forma que suas peças expressem emoções e sentimentos como dor, melancolia, medo, prazer. Diferentemente dos artistas renascentistas, o australiano não se preocupa com a perfeição e a beleza dos corpos, resultando em obras mais próximas da realidade.

A exibição apresenta, ainda, videos das esculturas sendo produzidas, com destaque para a impressionante Pregnant Woman, uma mulher grávida nua de 2,5 metros, com os braços cruzados acima da cabeça. O realismo da figura e o making of de como foi feita mostram que, além de talento e ousadia, sensibilidade também é um ingrediente importante na arte contemporânea – e Ron Mueck está aí para comprovar.

Pregnant Woman (créd. Lucie Ferreira)

*Este texto foi escrito exclusivamente para o Portfolio.

Anúncios
Esse post foi publicado em Arte, Veículo: Portfolio. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s