Soberania bicolor

Variedade recém-chegada ao Brasil promete reinar nos arranjos com delicadeza

Texto Lucie Ferreira / Fotos Rafael Coelho

Rosas são apostas certas para a confecção de arranjos e podem ser usadas em festas de aniversário, casamentos ou simplesmente em casa, para decorar a mesa de jantar, destacar algum outro móvel ou mesmo cômodo. Além, claro, de serem belas opções para presente. As cores e as variedades são infinitas e, entre tantas novidades desenvolvidas pela ciência da Engenharia Agrônoma, podemos encontrar esta flor, cuja coloração é bicolor em tons champanhe e rosa: a Sovereign (Soberana), nome com o qual é divulgada no mercado brasileiro.

Classificada como Rosa Hybrid Tea, seu nome científico, diferentemente de outras espécies, não deriva do latim e é uma mistura de letras e números: ruid0612b. Engana-se quem pensa que a aparência frágil, remetendo à delicadeza feminina, se reflete em durabilidade curta. “Por meio de testes realizados, constatou-se que a ‘vida de vaso’ é de 10 a 15 dias, adotando-se o corte diagonal de 1 a 2 cm da haste e a troca de água com uma periodicidade de dois dias”, indica a engenheira agrônoma Rhuana Reijers, do Grupo Reijers, produtora da flor, sugerindo o uso de jarros de vidro por serem mais fáceis de limpar. Para conservá-la nos arranjos por mais tempo, o designer floral Alexandre Prado, de Campinas, SP, recomenda começar pelos cuidados básicos. “Logo que receber as flores, corte-as em diagonal e coloque em água limpa para hidratar.”

A engenheira agrônoma aponta algumas peculiaridades da rosa: “apresenta forma elegante, visando os clientes mais exigentes, e irradia encanto e graça. Quanto à sua haste, que pode ter 40, 50 e 60 cm, é firme e com pouca presença de espinhos, contribuindo para o conjunto perfeito”. O cultivo exige clima ameno e luminosidade. O solo precisa ter pH adequado, com boa fertilidade e oxigenação, enquanto a adubação química requer crescente implementação de técnicas orgânicas visando a preservação ambiental. A irrigação é por gotejo diário e a multiplicação ocorre pelo método de estaquia. “Trata-se de um cultivo intensivo, envolvendo grande dedicação em todos os dias do ano”, relata.

Uma vez que a Soberana foi desenvolvida com o objetivo de reunir características como boa coloração, perfume e durabilidade, exige técnicas específicas de manejo, dificultando o cultivo doméstico. “A produção comercial difere-se da caseira em função da adoção do cultivo protegido, em estufas, que promove a formação de um microclima ideal para o desenvolvimento da planta”, explica Rhuana.

Algumas doenças comuns que a atingem são oídio, míldio e Botrytis, também habituais em outras variedades de rosas, bem como as pragas tripes e ácaro. “Técnicas de manejo e microclima adequados podem contribuir para evitá-las. O ‘tratamento’ envolve controle químico, porém tem sido crescente a busca por novas técnicas com uso de controle biológico, visando a minimização de impactos ambientais”, destaca a engenheira agrônoma.

Recém-chegada
Apesar de poder ser encontrada em todas as épocas do ano, a Soberana tem redução na oferta durante o inverno, “fato comum a todas as variedades de rosas, produzidas no Sul de Minas Gerais, dada a queda de produtividade da cultura”, observa Rhuana. A colheita é manual e diária, sendo realizada, no verão, duas vezes ao dia em períodos diferentes.

A Soberana é cultivada na Fazenda Dallas, em Andradas, ao sul de Minas Gerais. Trata-se de uma das propriedades do Grupo Reijers, com 26 hectares de produção, de uma área total de cerca de 90 hectares. Ao dia, são produzidos 55 mil botões de rosas de diversas variedades, gerando mais de 250 empregos diretos.

Sendo a variedade um lançamento no mercado, o Grupo Reijers ainda não tem dados sobre sua receptividade no País. Porém, as perspectivas de consumo crescente são promissoras. “As técnicas de manejo adotadas visam o incremento de produtividade, bem como a qualidade para atendimento do mercado consumidor”, diz. A estrutura da planta, a produtividade por metro quadrado e a resistência fitossanitária são as vantagens de seu cultivo.

Como toda boa novidade, a Soberana chega ao Brasil como uma opção diferenciada para os artistas florais embelezarem e diversificarem os arranjos. Conforme sua utilização, os profissionais descobrirão mais flores para harmonizar uma composição e folhagens para destacá-la. “Sua cor traz uma delicadeza que nos encanta, e isso a diferencia das outras variedades”, finaliza Prado.

Destaque

  • Lançada recentemente no mercado
  • A haste é firme e com poucos espinhos
  • Dura de 10 a 15 dias em vasos
  • Exige técnicas específicas de manejo, o que dificulta o cultivo doméstico
  • Foi desenvolvida com o objetivo de reunir boa coloração, perfume e durabilidade

Este robus to arranjo decorativo, feito em telhas côncavas e bandeja (base), harmoniza a Soberana com denfalis verde e folhagens, como aspargos umbellatus, rúscos, proteia Safári, aspargos setaceus e musgo. Alfinetes complementam a montagem. De Alexandre Prado.

 

 

Estas delicadas garrafinhas decorativas combinam simplicidade e beleza. Os botões de Soberana foram acompanhados das folhagens de cavalinha e aspargos setaceus. Como acessórios, Prado utilizou folhas desidratadas e pérolas.

 

 

Exótica e decorativa, a composição de Prado mescla as delicadas rosas Soberana a lírios Red Reflex, musgo, proteia Safári, rúscos, aspargos umbellatus, aspargossetaceus, moreia, planta seca, folha de lírios-da-paz e dracena. Disposta em uma bela porcelana italiana, utiliza também vime torcido e sementes.

 

 

Romântico, o arranjo estilo Bierdemeyer combina a Soberana com as flores lírio Red Reflex e alstreméria sucari e as folhagens proteia Safári, minipapiros e aspargosumbellatus. Além disso, o designer floral Alexandre Prado utilizou um cachepô de porcelana verde-oliva como base.

 

*Reportagem publicada na revista Arranjo Floral (abril e maio/2011)

Anúncios
Esse post foi publicado em Decoração, Veículo: Arranjo Floral. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s