Criatividade em ação

Após conquistar os brasileiros, os cupcakes dividem-se em nichos para agradar públicos específicos

Texto Lucie Ferreira 

Nas festas, na sobremesa, no café da tarde: os cupcakes desembarcaram no Brasil para ficar. No final do dia, após um longo expediente, é maravilhoso saborear um desses bolinhos. Ou experimentar vários em miniatura. Mas, se a falta de tempo impede sentar em uma mesinha e relaxar na companhia do doce, pode optar pela versão para levar para casa, sem se preocupar se a cobertura vai estar no topo ou se perderá durante o caminho.

A criatividade brasileira está apadrinhando sugestões diferenciadas, que se destacam dentre inúmeras opções de encher os olhos. Algumas ideias foram adaptadas para, o paladar nacional e para aproveitar a riqueza de ingredientes encontrados em terras tupiniquins. Ocasiões e preocupações com a balança também inspiram chefs a passar horas na cozinha desenvolvendo receitas irresistíveis.

Localizada em são Paulo, SP, a Kapcakes investe nos mínis com foco em eventos. A idealizadora Karina Steiger inspirou-se em lojas de Nova Iorque e apresentou a ideia à cake designer. Alessandra Rossi, que criou a massa com base na receita original, abrasileirando os sabores. “O maior diferencial é provar vários cupcakes no tamanho de uma mordida”, comenta Karina. O formato do doce, que tem o diâmetro de uma moeda de R$ 1, o torna ideal para festas corporativas, casamentos, formaturas e chás de bebê.

A loja paulistana oferece seis versões do minicupcake: tradicional, integral, diet, gourmet, brigadeiro e colors. As receitas mais complexas são as que utilizam castanhas (do Pará, nozes e amêndoa), pois a massa é mais rica e cara do que outros sabores, bem como os integrais e light. A vedete da marca são os coloridos, que despertam a atenção do público infantil.

Os mais vendidos são os de chocolate, brigadeiro ao leite, morango com champanhe, Ovomaltine, maçã com mel, amêndoa e nozes. “Os mínis são muito populares nos Estados Unidos. No Brasil, o público precisa conhecer, provar, gostar e divulgar”, complementa Karina.

Kosher e vegano

Inaugurada em 2011, a paulistana Pricake se especializou em bolinhos em miniatura de origem controlada. Com certificação kosher parve Pat Israel, toda a produção é acompanhada, de segunda a sexta-feira, por uma mashguiacha (supervisora da cozinha judaica). De acordo com a tradição, é ela quem liga o forno e o fogão e faz a verificação dos alimentos segundo a Torá. E como a receita não contém derivados de origem animal, os cupcakes são veganos e atendem às exigências desse público.

De acordo com o sócio-proprietário da Pricake, Wilian Aguiar, os produtos são light, pois a receita não contém leite nem ovos, além de utilizar açúcar demerara (sem aditivo químico). E em breve o portfólio vai contar com uma linha diet. “Requer um cuidado especial e uma extensa pesquisa na troca do açúcar pelo adoçante e na escolha de outros ingredientes e análise da frutose de cada sabor, uma vez que a base dos pricakes são os sabores provenientes das frutas, itens abundantes em nosso país.”

Inspirada em confeitarias novaiorquinas e parisienses, a Pricakes desenvolveu 23 tipos de massa, sendo cada um com particularidades e necessidades especiais para manter o equilíbrio exigido. Dentre os sabores favoritos da clientela, estão maçã com praliné de amêndoas, coco com amora e chocolate com maracujá, e os que agradam paladares específicos são açaí com granola, uva com limão e nozes com pimenta rosa.

Cerveja e sorvete

Em funcionamento desde 2010, a curitibana Cupcake Company teve o desafio de criar uma receita especial para comemorar o primeiro ano da Cervejaria Devassa na capital paranaense. “Queríamos algo que tivesse gosto de cerveja, mas que fosse suave e combinasse bem com o doce. Encontramos o equilíbrio ao fazer uma massa com sabor de cerveja e chocolate e completar com a cobertura de chocolate”, diz a proprietária Caroline Strobel. Apesar da combinação ter sido aprovada, o cupcake ficou na vitrine da loja apenas durante a semana de aniversário da cervejaria, uma vez que se tratava de um produto destinado a um cliente específico.

Em parceria com a Freddo Gelateria, a loja lançou recentemente um com recheio quente de calda de chocolate e cobertura de sorvete, lembrando um petit gâteau. “Estamos sempre buscando novas combinações de sabores e procuramos adaptá-los às datas comemorativas e estações do ano”, destaca Caroline. A opção é ideal para a época mais quente do ano e conta com três combinações: Stupendo (morango com nata), trufa e Splendido (Sonho de Valsa).

Outros sabores especiais da Cupcake Company são Pula Fogueira (milho com brigadeiro branco e um toque de canela, sem glúten), Arrasta Pé (baunilha com doce de leite e paçoca) e Pumpkin Pie (abóbora), feito especialmente para o Dia das Bruxas.

Para levar

Quem vê o cupcake à-porter, da Nina Veloso Pâtisserie, acondicionado no elegante recipiente, não imagina que é realmente um bolinho. A ideia surgiu quando a chef-pâtissière da loja paulistana notou que muitos clientes pediam para levar para viagem o restante de cupcakes e bolos servidos. “Por muitas vezes improvisamos caixinhas, mas confesso que não era a apresentação final que idealizava para meus doces. Então, comecei a pesquisar novas embalagens que valorizassem a sobremesa e suas lindas camadas e colorido.” Em tempo: em francês, à-porter quer dizer “para levar”.

Para o doce, Nina adaptou os ingredientes da receita do tradicional. Antes de montá-los, o potes de vidro são devidamente esterilizados. Após a higienização, ela dá início à sobremesa propriamente dita, cobrindo o fundo com o recheio e alternando com pedaços de bolo cortados em “disco”.

Na finalização, acrescenta uma farta camada de cobertura, que pode ser decorada com confeito. Depois de fechar bem a tampa, o toque final fica por conta da fita e da colher junto ao laço.

Com 24 sabores – todos baseados nos doces mais vendidos da loja –, os cupcakes à-porter são apresentados em potes pequenos (60 g) e médios (160 g). Os favoritos da clientela são de brigadeiro, doce de leite com nozes, cenoura com chocolate, maracujá com avelã, prestígio e brownie trufado. Os tradicionais também são servidos de maneira diferenciada na pâtisserie: em xícaras e louças para comer com a colher.

*Reportagem publicada na Cake Design Cupcakes nº 02

Anúncios
Esse post foi publicado em Gastronomia, Veículo: Cake Design Cupcakes. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s